As lâmpadas mais utilizadas são as Incandescentes e as fluorescentes, com desempenho e eficiência
                      diferentes que dependem do tipo e da aplicação.
                       O que faz um tipo de lâmpada ser mais econômico que o outro?
                        É a lâmpada que consegue emitir mais luz com menos consumo de energia elétrica. Por exemplo, a lâmpada
                       incandescente é menos eficiente porque produz mais calor do que luz.
                       A potência de iluminação é medida por uma unidade chamada de lúmen e representa a quantidade de luz
                      emitida por uma lâmpada.
                     Já a potência elétrica, em watt, é aquela que a lâmpada "puxa" da rede para a produção da luz.
                  O rendimento luminoso de uma lâmpada é a relação entre a quantidade de luz produzida (lúmen) pela
               quantidade de potência que a mesma "puxa" da rede.

  No supermercado quando você for comprar lâmpada compacta procure a informação na embalagem - a quantidade de
lúmens produzida e a potência em watt. Exemplo: Uma lâmpada compacta de 20 watt, em 127 Volts, produz 1.200 lúmens.
O rendimento luminoso é obtido da seguinte forma: divida os 1200 lúmens por 20 watt. O resultado será de 60
lúmens/watt, conforme pode ser observado na tabela ao lado.

  Comparando a lâmpada compacta de 20 W com uma incandescente de 100 W, que também produz cerca de 1200
lúmens, pode-se concluir que a primeira gasta cinco vezes menos energia que a segunda.