Funcoes necessarias para libras
Agência Neurônio
 Ir para a página Inicial da ANEEL  Imagem Superior do Perfil: Informações Técnicas
Informações em tempo real Missão e Visão | Protocolo-Geral | Biblioteca Virtual | Busca | Cadastre-se | Fale Conosco | Processos | Mapa do Site | Links | Serviços | Glossário | English
Informações Técnicas Aumentar o tamanho da fonte. (Atalho: Alt A) Diminuir o tamanho da fonte. (Atalho: Alt D)    
Agenda Regulatória 2014/2015
Agentes no Mercado
Abrir sub-itens de: Audiências / Consultas Audiências / Consultas
Autorizações e Registros
Banco de Informações de Geração
Bandeiras Tarifárias
Cadastro dos Agentes
Cadeia Societária das Empresas de Geração
Campos Elétricos e Magnéticos
Central de Informações Econômico-Financeiras
Abrir sub-itens de: Compensação Financeira Compensação Financeira
Contratos de Concessão/Permissão
Dispêndio CDE
Dispêndio Conta-ACR
Abrir sub-itens de: Distribuição de Energia Elétrica Distribuição de Energia Elétrica
Eficiência Energética
Abrir sub-itens de: Fiscalização Fiscalização
Abrir sub-itens de: Gestão e Estudos Hidroenergéticos Gestão e Estudos Hidroenergéticos
Informações Gerenciais
Abrir sub-itens de: Legislação Legislação
REIDI
Abrir sub-itens de: Serviços Comerciais Serviços Comerciais
Abrir sub-itens de: Tarifas - Agentes do Setor Elétrico Tarifas - Agentes do Setor Elétrico
Abrir sub-itens de: Tarifas - Consumidores Finais Tarifas - Consumidores Finais
Tarifas - Documentos e Memórias de Cálculo
Transmissão
  Clique para abrir o menu. (Atalho p/ Abrir: Alt M | Atalho p/ Fechar: Alt F)
Página Inicial  Informações Técnicas Imagem Seta Informações do Setor Elétrico

O mercado de energia elétrica experimenta um crescimento da ordem de 4,5% ao ano, devendo ultrapassar a casa dos 100 mil MW em 2008. O planejamento governamental de médio prazo prevê a necessidade de investimentos da ordem de R$ 6 a 7 bilhões/ano para expansão da matriz energética brasileira, em atendimento à demanda do mercado consumidor.

Para o futuro, algumas alterações devem ocorrer na estrutura dos investimentos em energia, incluindo a instalação de centrais termelétricas a gás natural, que exigem prazos de implementação e investimentos menores que as hidrelétricas. Por outro lado, deverão ser ampliadas as importações de energia da Argentina, Venezuela e Bolívia; e a interligação elétrica entre o Sul e o Norte do Brasil, o que significa maiores investimentos em rede de transmissão.

As principais oportunidades de negócios no mercado de energia elétrica nacional estão ligadas à oferta de novos empreendimentos de geração para exploração pela iniciativa privada e à construção de linhas de transmissão, bem como à privatização de ativos de sistemas de distribuição e de geração. Outro foco se concentra na universalização do atendimento às comunidades isoladas da Região Norte do País e ao meio rural, que devem estar concluídos até 2005.

O sistema elétrico brasileiro apresenta como particularidade grandes extensões de linhas de transmissão e um parque produtor de geração predominantemente hidráulica. O mercado consumidor (47,2 milhões de unidades) concentra-se nas regiões Sul e Sudeste, mais industrializadas. A região Norte é atendida de forma intensiva por pequenas centrais geradoras, a maioria termelétricas a óleo diesel.

Ao longo das últimas duas décadas, o consumo de energia elétrica apresentou índices de expansão bem superiores ao Produto Interno Bruto (PIB), fruto do crescimento populacional concentrado nas zonas urbanas, do esforço de aumento da oferta de energia e da modernização da economia.

As classes de consumo residencial, comercial e rural obtiveram expressivos ganhos de participação, enquanto o segmento industrial teve participação menor neste crescimento, principalmente pela utilização de tecnologias mais eficientes no uso final da eletricidade, aliada às medidas de racionalização de consumo postas em prática especialmente na década de 90.

   Imprimir esta pï¿?gina Imprimir    Indique para um amigo Indique para um amigo