FISCALIZAÇÃO DE USINAS EM OPERAÇÃO

Campanha de Fiscalização de Desempenho nos Testes de Autorrestabelecimento

Campanha de Fiscalização de Desempenho nos Testes de Autorrestabelecimento

por: SFG - publicado: 22/05/2018 17:21, última modificação: 24/10/2019 16:34

         


A ANEEL tem como uma de suas atribuições a fiscalização das concessões e autorizações de geração de energia elétrica. No âmbito dessas atribuições, a Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Geração – SFG é a responsável pela fiscalização da prestação dos serviços ancilares, entre eles o autorrestabelecimento, definido como a capacidade de uma central geradora de sair de uma condição de parada total para uma condição de operação, independentemente de fonte externa para alimentar seus serviços auxiliares, contribuindo para o processo de recomposição do sistema elétrico.

Atualmente, a SFG adota uma metodologia de fiscalização dos empreendimentos de geração de energia elétrica, baseada em três níveis, a saber:

I. Monitoramento a partir de indicadores estruturados, definidos e apurados com base em informações obtidas dos agentes, de instituições setoriais e de fiscalizações anteriores realizadas pela SFG;
 
II. Ações a distância que consistem em atividades de fiscalização centradas na investigação dos pontos de maior risco técnico-regulatório relativamente à conformidade esperada, contando com a avaliação de dados adicionais em maior detalhe quando comparados com os da etapa anterior (de monitoramento); e
 
III. Ação de campo estratégica com foco na busca de evidências durante os trabalhos de fiscalização de campo, baseada no conhecimento gerado durante as duas etapas anteriores.
 
Esse modelo foi estruturado para os diversos temas de atuação da SFG, dos quais faz parte o processo de acompanhamento do desempenho das usinas de geração nos testes de autorrestabelecimento. Para fiscalizar as obrigações dos agentes de geração, a SFG montou uma estrutura de monitoramento que visa acompanhar o comportamento dos agentes em um período fiscalizado. A partir do resultado do monitoramento, pode ser aberto, para cada agente de geração, fiscalização para apurar o comportamento e possíveis não-conformidades frente às obrigações estabelecidas, de acordo com critérios estabelecidos pela Superintendência para aquela campanha de fiscalização e indicadores apurados para a usina na etapa do monitoramento.
 
A campanha de monitoramento resultou na publicação do relatório de desempenho das UHE e UTE nos testes de autorrestabelecimento, a partir dos resultados do monitoramento realizado com base em dados 2016 a 2018, consistidos por meio das informações dos Relatórios de Teste de Autorrestabelecimento – RTA emitido pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS e complementados por informações da SFG. 
 
Ao todo, foram listadas 76 usinas (75 UHE e 1 UTE) cuja classificação foi baseada na análise dos resultados nos testes realizados nos últimos 3 anos, na importância da usina no Sistema Interligado Nacional – SIN e particularidades de cada central geradora. Os critérios são pontuados com notas e pesos diferenciados, resultando em uma pontuação final que indica a classificação de cada usina. 

 

                       Acesse o relatório completo da Campanha de estes de autorrestabelecimento de 2019

Relatório da campanha

 

Acesse também o relatório da Campanha de testes de autorrestabelecimento de 2018:

Relatório da campanha

 

Contato:

master.sfg@aneel.gov.br

(61) 2192-8758