TARIFAS

ANEEL aprova reajustes tarifários de Cooperativas localizadas em SP e SC

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: 01/11/2017 | 17:30

Última modificação: 06/11/2017 | 10:34


A diretoria da ANEEL aprovou nesta terça-feira (31/10), durante Reunião Pública da Diretoria, reajustes tarifários das Cooperativas: Cooperativa de Energização e Desenvolvimento Rural do Vale do Itariri (Cedri), Cooperativa de Distribuição de Energia Elétrica de Anitápolis (Ceral), Cooperativa de Eletrificação Braço do Norte (Cerbranorte), Cooperativa de Prestação de Serviços Públicos de Distribuição de Energia Elétrica Senador Esteves Júnior (Cerej), Cooperativa de Eletrificação Sul Catarinense (Cersul), Cooperativa Energética Cocal (Coopercocal) e Cooperativa Regional Sul de Eletrificação Rural (Coorsel). Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores.

Empresa

Consumidores residenciais (B1)

Cedri

5,40%

Ceral

8,61%

Cerbranorte

12,59%

Cerej

9,44%

Cersul

5,24%

Coopercal

14,14%

Coorsel

6,64%

 

Cooperativa

Localização

Unidades
Consumidoras

Efeito
médio

Baixa tensão
Residências

Alta tensão
Indústrias

Cedri

Itariri – SP

3 mil

10%

5,4%

14,22%

Ceral - Anitápolis

Anitápolis - SC

3 mil

9,95%

9,59%

79,06%

Cerbranorte

Braço do Norte - SC

16 mil

14,33%

12,57%

18,53%

Cerej

Biguaçu - SC

13 mil

10%

9,43%

15,9%

Cersul

Turvo - SC

17 mil

9,95%

5,24%

14,97%

Coopercal

Cocal do Sul - SC

10 mil

9,98%

14,06%

6,82%

Coorsel

Treze de Maio - SC

8 mil

10%

6,63%

20,08%


Ao calcular os índices de reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição e outros custos como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais. A aplicação do reajuste anual e da revisão tarifária está prevista nos contratos de permissão assinados entre as cooperativas e o Governo federal, por meio da ANEEL. Os índices homologados pela Agência são os limites a serem praticados pelas cooperativas.

Mais informações sobre os processos de reajustes tarifários podem ser consultadas no endereço eletrônico da ANEEL, perfil espaço do consumidor, na cartilha Por dentro da conta de luz.