Tarifas

ANEEL aprova revisões de tarifas de três distribuidoras do Rio Grande do Sul

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: 11/07/2017 | 14:59

Última modificação: 11/07/2017 | 16:13


A Diretoria ANEEL aprovou hoje (11/7) resultado das revisões tarifárias de três distribuidoras de energia localizadas no Rio Grande do Sul. São elas: Hidroelétrica Panambi S.A. (Hidropan); Centrais Elétricas de Carazinho S.A. (Eletrocar) e Muxfeldt Marin & Cia. Ltda. (Muxenergia). As novas tarifas entram em vigor a partir do dia 22/7/17.

A revisão tarifária está prevista nos contratos de concessão e tem por objetivo obter o equilíbrio das tarifas com base na remuneração dos investimentos das empresas voltados para a prestação dos serviços de distribuição e a cobertura de despesas efetivamente reconhecidas pela ANEEL. É aplicada nas concessionárias de distribuição a cada quatro anos, em média.

A audiência também discutiu a qualidade do serviço e os limites dos indicadores de continuidade *DEC e **FEC dos conjuntos das concessionárias estipulados para o período de 2018 a 2022.

Distribuidora

Índices aprovados

Consumidor Residencial (B1)

Número de unidades consumidoras

Hidropan

Média da Baixa tensão

(Por exemplo residências): 8,10% 

Média da Alta tensão

(Por exemplo indústrias): 21,52%

 Efeito médio: 12,85%

7,72%

18.075

Eletrocar

Média da Baixa tensão

(Por exemplo residências): 12,55%

 Média da Alta tensão

(Por exemplo indústrias): 20,44%

 Efeito médio: 14,92%

12,64%

36.573

Muxenergia

Média da Baixa tensão

(Por exemplo residências): 9,1%

 Média da Alta tensão

(Por exemplo indústrias): 0,43%

 Efeito médio: 5,44%

9,15%

11.179

* Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora - DEC - Intervalo de tempo que, em média, no período de observação, em cada unidade consumidora do conjunto considerado ocorreu descontinuidade da distribuição de energia elétrica. Consulte o Módulo I do Prodist.

** Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora – FEC - Número de interrupções ocorridas, em média, no período de observação, em cada unidade consumidora do conjunto considerado. Consulte o Módulo I do Prodist.