TARIFAS

Cooperativas de SC têm processos tarifários aprovados pela ANEEL

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: 31/10/2017 | 19:0

Última modificação: 06/11/2017 | 15:23


A Diretoria da ANEEL aprovou hoje (31/10), durante Reunião Pública, os reajustes tarifários anuais das seguintes cooperativas: Cooperativa de Eletrificação Anita Garibaldi Ltda (Cergal), Cooperativa de Eletricidade Jacinto Machado (Cejama), Cooperativa Distribuidora de Energia Vale do Araçá (Ceraçá), Cooperativa Pioneira de Eletrificação (Coopermila) e Cooperativa Pioneira de Eletrificação (Coopera). A Agência também aprovou as revisões tarifárias das seguintes cooperativas: Cooperativa de Eletricidade Grão Pará (Cergapa) e Cooperativa de Energia Treviso (Certrel). Os reajustes e revisões entraram em vigor em 1/11/17. Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores.

Empresa

Consumidores residenciais (B1)

Cergal

22,43%

Cejama

4,57%

Ceraçá

12,09%

Cergapa

12,56%

Coopermila

5,59%

Coopera

5,21%

Certrel

39,46%

 

Cooperativa

Localização

Unidades Consumidoras

Efeito médio

Baixa tensão
Residências

Alta tensão
Indústrias

Cergal

Tubarão (SC)

17.306

23%

22,65%

24,05%

Cejama

Jacinto Machado (SC)

4.975

10%

4,54%

17,01%

Ceraçá

Saudades (SC)

10.973

13,96%

12,90%

19,44%

Cergapa

Grão Pará (SC)

3.710

10%

12,54%

3,25%

Coopermila

Lauro Muller (SC)

1.173

9,99%

5,60%

14,24%

Coopera

Forquilhinha (SC)

23.400

10,79%

5,21%

14,27%

Certrel

Treviso (SC)

4.066

21,34%

39,44%

10,24%


Ao calcular os índices de reajuste, a Agência considera a variação de custos que a empresa teve no decorrer do período de referência. A fórmula de cálculo inclui custos típicos da atividade de distribuição e outros custos como energia comprada de geradoras, encargos de transmissão e encargos setoriais. A aplicação do reajuste anual e da revisão tarifária está prevista nos contratos de permissão assinados entre as cooperativas e o Governo federal, por meio da ANEEL. Os índices homologados pela Agência são os limites a serem praticados pelas cooperativas.

Mais informações sobre os processos de reajustes tarifários podem ser consultadas no endereço eletrônico da ANEEL, perfil espaço do consumidor, na cartilha Por dentro da conta de luz.