LEILÃO

Base de dados da ANEEL permite acompanhar investimentos em energia elétrica

Brasil ultrapassou R$ 312 bilhões em investimentos na geração de energia elétrica, apontam dados disponibilizados pela Agência

Autor: AID

Publicação: 19/06/2019 | 12:6

Última modificação: 26/06/2019 | 14:53

Comprometida em promover um ambiente regulatório transparente, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) disponibilizou nesta quarta-feira (19) uma nova base de dados interativa contemplando resultados referentes aos leilões de expansão da geração de energia elétrica no período de 2005 a 2019. (Acesse aqui).

A base de dados revela que, neste período, o volume de investimentos do Brasil em geração de energia superou a marca dos R$ 312 bilhões nos leilões promovidos pela ANEEL, com o acréscimo de 86 gigawatts de potência ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e a criação de 1,2 milhão de empregos diretos.

Trata-se de ferramenta de fácil acesso e consulta, com relatórios e painéis interativos (no formato Power BI) por meio da qual é possível realizar pesquisas detalhadas de acordo com fonte, status do empreendimento, empregos estimados, além de outros dados. A plataforma permite ainda a busca de empreendimentos por meio de geolocalização.

A ação faz parte da estratégia de boas práticas no âmbito dos leilões promovidos pela Agência, entre as quais a melhoria da atratividade e competitividade dos leilões de expansão da geração e também de transmissão, por meio de ações e aprimoramentos regulatórios.

A estratégia de aumentar a atratividade dos certames contempla ainda a adoção de prazos realistas de implantação de instalações de transmissão e a criação de mais modalidades de leilões de novos empreendimentos de geração (A-4, A-6 e A-7), o detalhamento da Matriz de Riscos nos Contratos de Concessão e a disponibilização dos editais, contratos e demais anexos dos leilões de geração e transmissão.

Está prevista ainda a divulgação da ferramenta de dados para resultados de leilões de transmissão de energia elétrica, realizados desde 1999.