App ANEEL Consumidor

CONSUMIDOR

ANEEL lança APP para modernizar interação com consumidor e ajudar a entender tarifa

A ANEEL lançou nesta terça-feira (13/11) o aplicativo para celulares ANEEL Consumidor, um novo canal de acesso para aproximar ainda mais os consumidores de energia elétrica da Agência

Pesquisar Noticias

Período de: a
Voltar

ANEEL aprova reajuste tarifário anual da Celpa (PA)

TARIFAS

ANEEL aprova reajuste tarifário anual da Celpa (PA)

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataCriacao)

Última modificação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataModificacao)

 

A Diretoria da ANEEL aprovou nesta terça-feira (7/8), durante Reunião Pública, reajuste nas tarifas das Centrais Elétricas do Pará que atende 2,6 milhões de unidades consumidoras localizadas nos 144 municípios do estado do Pará. Os novos valores entram em vigor a partir de hoje (7/8). Os consumidores residenciais (classe B1) atendidos pela empresa terão reajuste de 11,78%.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Agência considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.

Confira abaixo os índices que serão aplicados às contas de luz dos consumidores:

Empresa

Consumidores residenciais - B1

Celpa

11,78%

 

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão
em média

Alta tensão
em média (indústrias)

Efeito Médio para o consumidor

Celpa

11,86%

11,40%

11,75%


O efeito médio da alta tensão refere-se às classes A1 (>= 230 kV), A2 (de 88 a 138 kV), A3 (69 kV) e A4 (de 2,3 a 25 kV). Para a baixa tensão, a média engloba as classes B1 (Residencial e subclasse residencial baixa renda); B2 (Rural: subclasses, como agropecuária, cooperativa de eletrificação rural, indústria rural, serviço público de irrigação rural); B3 (Industrial, comercial, serviços e outras atividades, poder público, serviço público e consumo próprio); e B4 (Iluminação pública).

Mais informações sobre reajustes tarifários podem ser consultadas no endereço eletrônico www.aneel.gov.br, no link entendendo a tarifa.