App ANEEL Consumidor

CONSUMIDOR

ANEEL lança APP para modernizar interação com consumidor e ajudar a entender tarifa

A ANEEL lançou nesta terça-feira (13/11) o aplicativo para celulares ANEEL Consumidor, um novo canal de acesso para aproximar ainda mais os consumidores de energia elétrica da Agência

Pesquisar Noticias

Período de: a
Voltar

Proponente do Leilão A-4 de 2018 tem resultado homologado

GERAÇÃO

Proponente do Leilão A-4 de 2018 tem resultado homologado

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataCriacao)

Última modificação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataModificacao)

 

Durante a reunião pública desta terça-feira (11/9), a Diretoria da ANEEL decidiu homologar parcialmente o resultado e adjudicar o objeto do Leilão nº 01/2018 (A-4/2018). A Comissão Especial de Licitação (CEL) responsável pelo certame, justificou a recomendação da homologação informando que a proponente vendedora São Pedro e Paulo I SPE S.A atendeu às diligências da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e da CEL, possui documentação de habilitação conforme com os requisitos estipulados pelo edital e está adimplente com as obrigações intrassetoriais.

Confira na tabela abaixo o empreendimento apto a homologação e adjudicação:

 

Proponente Vencedora

Empreendimento

Tipo

1

São Pedro e Paulo I SPE S.A

São Pedro e Paulo I

UFV


Ainda faltam dois empreendimentos de uma proponente vendedora que foi inabilitada pela CEL, mas que tem recurso sendo avaliado por esta Comissão.

O início de suprimento do leilão será em 1º de janeiro de 2022. O certame foi realizado no dia 4 de abril deste ano e contratou novos empreendimentos de geração de energia elétrica a partir das fontes hidrelétrica, eólica, solar fotovoltaica e termelétrica a biomassa.

A energia do leilão foi comercializada por agentes detentores de 39 empreendimentos, sendo eles: 29 Solar Fotovoltaicas, 4 Eólicas, 2 Pequena Central Hidrelétrica (PCH), 2 Central Geradora Hidrelétrica (CGH) e 2 Usina Termelétrica a biomassa (bagaço de cana) (UTE).

Os estados com os empreendimentos contratados foram Ceará (14 usinas), Minas Gerais (8 usinas), Piauí (6 usinas), Bahia (4 usinas), Pernambuco (3 usinas), Rio Grande do Sul (2 usinas), Espírito Santo e Mato Grosso do Sul com uma usina em cada estado.

Como compradoras da energia negociada participam, 17 concessionárias de distribuição com destaque para a Coelba (16,35% do total negociado), Celg (10,69% do total) e Elektro (10,45% do total negociado).