Ministro de Minas e Energia Moreira Fanco, apertando a mão da nova diretora da ANEEL Elisa Bastos

ANEEL

Elisa Bastos toma posse como diretora em cerimônia realizada na ANEEL

A cerimônia ocorreu na terça-feira (11/12) na sede da Agência em Brasília

Pesquisar Noticias

Período de: a
Voltar

ANEEL assina contratos de leilão de transmissão com deságio recorde

TRANSMISSÃO

ANEEL assina contratos de leilão de transmissão com deságio recorde

Na sexta-feira (21/9), em cerimônia no Palácio do Planalto, a diretoria da ANEEL e os vencedores do Leilão de Transmissão 02/2018 assinarão os contratos de concessão para construção e operação de mais de 2 mil quilômetros de novas linhas.

Autor: ASSESSORIA DE IMPRENSA

Publicação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataCriacao)

Última modificação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataModificacao)

A diretoria da ANEEL e os vencedores do Leilão de Transmissão 02/2018 assinarão na sexta-feira (21/9), em cerimônia às 11h no Palácio do Planalto, os contratos de concessão para construção e operação de mais de 2 mil quilômetros de novas linhas, que demandarão investimentos estimados em cerca de R$ 6 bilhões e devem gerar 13,6 mil empregos diretos. O evento terá as participações do presidente Michel Temer e do ministro de Minas e Energia, Moreira Franco.

Além de ter todos seus 20 lotes arrematados, o leilão atingiu o deságio médio recorde de 55,26%, o maior dos últimos 20 anos. Esse desconto na remuneração das novas concessões de transmissão vai gerar uma economia para os consumidores de cerca de R$ 14,1 bilhões, ao longo dos 30 anos dos contratos.

O certame, realizado na B3, em São Paulo, no dia 28 de junho, conferiu às empresas vencedoras o arremate de 2562 quilômetros de linhas de transmissão e de 12.226 mega-volt-amperes (MVA) de potência de subestações.

Os empreendimentos estão localizados nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

“O leilão foi extremamente exitoso, com uma clara demonstração da confiança do investidor no setor elétrico brasileiro”, disse o diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, que foi o relator do leilão.

As empresas vencedoras terão direito ao recebimento da Receita Anual Permitida (RAP) para a prestação do serviço a partir da operação comercial dos empreendimentos. O prazo das obras varia de 36 a 63 meses.

Segue tabela abaixo com os vencedores de cada lote:

Lote

Proponente vencedora

1

Consórcio Columbia - Transmissora Aliança de Energia Elétrica (50%) e CTEEP Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (50%)

2

Zopone Engenharia e Comércio Ltda.

3

Sterlite Power Grid Ventures Limited

4

Sterlite Power Grid Ventures Limited

5

Consórcio BR Energia/Enind Energia - BRenergia Energias Renováveis Ltda (0,5%), Brasil Digital Telecomunicações Ltda (49,5%) e Enind Engenharia e Comércio Ltda. (50%)

6

Consórcio Lyon - (Lyon Infraestrutura, Gestão e Desenvolvimento de Projetos Ltda 92% e PLM Empreendimentos Imobiliários Ltda 8%

7

Sterlite Power Grid Ventures Limited

8

Consórcio BR Energia/Enind Energia - BRenergia Energias Renováveis Ltda (0,5%), Brasil Digital Telecomunicações Ltda (49,5%) e Enind Engenharia e Comércio Ltda. (50%)

9

CPFL Geração de Energia S.A

10

CTEEP - Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista

11

Consórcio Lyon - (Lyon Infraestrutura, Gestão e Desenvolvimento de Projetos Ltda 92% e PLM Empreendimentos Imobiliários Ltda 8%

12

Sterlite Power Grid Ventures Limited

13

Consórcio Lux Luz (JB Construtora Ltda 56%, JHH Participações Eireli 24% e Total Comercializadora de Energia Elétrica e Gás Natural S/A 20%)

14

Consórcio Lux Luz (JB Construtora Ltda 56%, JHH Participações Eireli 24% e Total Comercializadora de Energia Elétrica e Gás Natural S/A 20%)

15

Sterlite Power Grid Ventures Limited

16

F3C Empreendimentos e Participações S.A.

17

Consórcio Lyon - (Lyon Infraestrutura, Gestão e Desenvolvimento de Projetos Ltda 92% e PLM Empreendimentos Imobiliários Ltda 8%

18

Consórcio I.G. Transmissão e ESS Energias Renováveis (I.G. Transmissão e Distribuição de Energia S.A. 90% e ESS Energias Renováveis Ltda 10%)

19

Energisa S.A.

20

Sterlite Power Grid Ventures Limited