LEILÃO

Leilão de energia garante investimento de R$ 11,2 bilhões

Certame contratou 91 empreendimentos em todas as regiões do Brasil

Pesquisar Noticias

Período de: a
Voltar

No MME, a ANEEL integra debate sobre geração termelétrica a gás natural

REGULAÇÃO

No MME, a ANEEL integra debate sobre geração termelétrica a gás natural

Autor: AID

Publicação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataCriacao)

Última modificação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataModificacao)

 

A ANEEL participou, nesta quinta-feira (3/10), do terceiro evento da série de workshops promovida pelo Ministério de Minas e Energia (MME) sobre Fontes Energéticas no Âmbito do Planejamento de Longo Prazo.

No 3° evento da série, coordenado pelo Centro de Regulação e Infraestrutura da Fundação Getúlio Vargas (FGV - CERI), com tema Geração Termelétrica a Gás Natural, especialistas apresentaram plano de trabalho para a harmonização dos setores elétrico e de gás natural, com foco em tecnologias, recursos e infraestrutura.

Na ocasião, a ANEEL integrou a mesa de abertura, representada pelo diretor Rodrigo Limp que parabenizou o Ministério pelo trabalho e ressaltou o otimismo do setor com o novo mercado de gás natural.



“Com as mudanças na matriz energética (o aumento significativo da participação das fontes intermitentes), torna-se imprescindível a garantia de fontes que forneçam segurança para o suprimento da energia elétrica, como é o caso do gás natural. Para isso, é importante harmonizarmos os ambientes regulatórios do setor de gás com o de energia elétrica e a ANEEL já vem promovendo aperfeiçoamentos na sua regulamentação de maneira a fomentar o desenvolvimento do gás na matriz elétrica”, destacou, Limp.

Também participaram da abertura do evento o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME, Reive Barros, o secretário-executivo adjunto do MME, Bruno Eustáquio, a secretária-adjunta de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do MME, Renata Isfer, a diretora do Centro de Regulação em Infraestrutura (FGV CERI), Joisa Dutra, o superintendente de Infraestrutura e Movimentação da Agência Nacional de Petróleo, Hélio Bisagio, e José Mauro, diretor de Estudos do Petróleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

Nas edições anteriores, foram debatidos os seguintes temas: "Tecnologia de Pequenos Reatores Nucleares Modulares" e “Carvão Mineral – Geração elétrica e outros usos”. Os debates tiveram início em agosto e devem encerrar até novembro deste ano.