REGULAÇÃO

ANEEL abre consulta pública para regulamentar usinas híbridas

A Agência Nacional de Energia Elétrica abrirá nesta quarta-feira (21/10) a primeira fase da Consulta Pública 061/2020 para debater com a sociedade a normatização para o estabelecimento de usinas híbridas e associadas

Pesquisar Noticias

Período de: a
Voltar

ANEEL e Governo do RS assinam acordo sobre inventário participativo de PCHs

INVENTÁRIO PARTICIPATIVO

ANEEL e Governo do RS assinam acordo sobre inventário participativo de PCHs

Autor: AID

Publicação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataCriacao)

Última modificação: $dateTool.format($dataFormatada, $dataModificacao)

 

O diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, assinou na manhã desta sexta-feira (9/10), com o Secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos, em encontro virtual, que contou com a  presença do governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, Acordo de Cooperação Técnica para viabilizar Inventário Participativo de Potencial Hidrelétrico do Rio Camaquã.


Foto: Saulo Cruz - ANEEL

Participaram também do encontro, o secretário Adjunto de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Hélvio Guerra e o Conselheiro Presidente da Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (AGERGS), Luiz Afonso Senna.


Foto: Saulo Cruz - ANEEL

O diretor-geral da ANEEL destacou a importância do Acordo de Cooperação Técnica assinado. “O modelo do inventário participativo possibilita agilidade, otimização de processos, eficiência e segurança no licenciamento para novos empreendimentos hidrelétricos.” Pepitone acrescentou que o inventário do Rio Camaquã possui sete aproveitamentos com potencial de 78,5 megawatts de potência e previsão de investimentos da ordem de R$ 630 milhões no Estado. “As usinas seriam capazes de abastecer cerca de 180 mil residências ou aproximadamente 560 mil pessoas”, finalizou o diretor-geral.

Por fim, Pepitone participou de painel no webinar para debater os avanços e perspectivas das energias renováveis no setor.

 

 

Link curto para esta página: bit.ly/34Id0S7