GERAÇÃO

ANEEL assina outorgas de novas usinas solares na PB, com previsão de 2,4 bilhões em investimentos

Autor: AID

Publicação: 07/10/2021 | 19:28

Última modificação: 07/10/2021 | 19:32

 

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, André Pepitone, assinou nesta quinta-feira (7/10), em Santa Luzia na Paraíba, 12 outorgas para instalação de novas usinas fotovoltaicas na região. O investimento estimado para a construção dos empreendimentos é da ordem de R$ 2,4 bilhões. As usinas da empresa Rio Alto Energia atuarão como produtoras independentes de energia. Cada uma possuirá 50 megawatts (MW) de potência, totalizando 600 mw o complexo.

Participaram da cerimônia o governador da Paraíba, João Azêvedo, o prefeito de Santa Luzia José Alexandre de Araújo – Zezé, o deputado federal Efraim Filho, além de outros prefeitos, vereadores, reitores de universidades e autoridades do judiciário local. Pela ANEEL também esteve presente o superintendente de Concessões e Autorizações de Geração, Carlos Cabral.


Fotos: Gilmar Felix/ANEEL

O diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, destacou a importância da assinatura das novas outorgas. "Serão 2,4 bilhões de reais de investimentos, com a criação de 1.500 empregos. Notem, que esse bem tão abundante no estado, que é o sol, vai gerar emprego, renda e desenvolvimento".

O governador da Paraíba, João Azevêdo celebrou a ocasião. “Participar da solenidade de assinatura de outorga que vai trazer R$ 2,4 bilhões ao Estado é um dos momentos mais felizes de nossa gestão”. O deputado Efraim Filho também  comemorou a importância da assinatura. “A velocidade das transformações é tão grande que a gente não pára para perceber o momento da realização de sonhos. Esses investimentos irão trazer desenvolvimento para nossa região”.

Pepitone também ressaltou o potencial de investimentos em energia renovável no Nordeste.  "Santa Luzia representa o Nordeste, que está se transformando em uma potência na geração de energia renovável. O Nordeste está na Vanguarda tanto no uso do sol como no uso do vento para produzir energia elétrica. O Sol hoje traz prosperidade à região do semiárido.”

Por fim, o diretor-geral apresentou números sobre investimentos em energia renovável na Paraíba. " O sol que ilumina o sertão e que tanto castigou a agricultura e a pecuária, se transforma, no sol que vai promover o desenvolvimento econômico dessa região. Prosperidade que terá sequência nos próximos anos: somente na área de geração de energia, os investimentos na Paraíba deverão somar R$ 10 bilhões de reais até 2026", finalizou o diretor.

 

 

Link curto para esta página: bit.ly/3AlqP78