GERAÇÃO

ANEEL libera a operação comercial de 2 mil MW até março de 2020

Autor: AID

Publicação: 02/04/2020 | 17:5

Última modificação: 02/04/2020 | 17:10

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) autorizou em 2020, até o mês de março, a operação comercial de 2.047 megawatts (MW) instalados, principalmente, em usinas eólicas, solares e térmicas. Com essa potência, seria possível abastecer uma cidade com cerca de 2,5 milhões de habitantes.

O destaque no mês de março foi a liberação da 1.515 MW da UTE Porto de Sergipe I, movida a gás natural, que passa a ser a maior termelétrica em operação no País.

Com esses números, o Brasil fechou o mês de março com capacidade instalada de 171.760 MW de potência fiscalizada – 82,8% impulsionados por fontes renováveis.

A ANEEL acompanha a expansão e a qualidade da geração de energia elétrica no Brasil. Além de promover os leilões e conceder, permitir e autorizar os empreendimentos (por delegação do Governo Federal), a Agência fiscaliza as usinas em obras e em operação. Também cabe à Agência regulamentar, normatizar e padronizar os serviços e instalações de geração.



Informações detalhadas sobre o acompanhamento da expansão da oferta de geração, realizado pela fiscalização da ANEEL, estão disponíveis em painéis interativos no endereço www.aneel.gov.br/fiscalizacao-dos-servicos-de-geracao. Esses painéis trazem histórico da expansão da geração desde a criação da ANEEL (1997) e, também, perspectivas futuras a partir da base de dados de todos os empreendimentos atualmente outorgados para construção.

Mais informações sobre a capacidade instalada de geração estão disponíveis no novo Sistema de Informações de Geração da ANEEL, o SIGA. Nele, o usuário pode pesquisar a matriz energética nacional, o resumo da geração por estado, as usinas e o agentes de geração que compõe o setor elétrico brasileiro, bem como a localização dos empreendimentos espalhados pelo País. O SIGA pode ser consultado na página da ANEEL em http://www.aneel.gov.br/siga.​

 

 

Link curto para esta página: https://bit.ly/2Jzyw1s