SETOR ELÉTRICO

Conta-Covid, criada para apoiar setor durante a pandemia, recebe mais um prêmio internacional

Operação organizada pela ANEEL, MME, CCEE e BNDES repassou R$ 14,8 bilhões em empréstimos às distribuidoras para evitar impacto na tarifa dos consumidores

Autor: AID

Publicação: 15/10/2021 | 10:3

Última modificação: 15/10/2021 | 17:44

 

A operação financeira que ficou conhecida como Conta-Covid, regulamentada pela ANEEL e estruturada no ano passado em conjunto com o Ministério de Minas e Energia (MME) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) para mitigar impactos da pandemia no mercado de distribuição de energia elétrica, ganhou mais um reconhecimento internacional. A publicação Latin Finance, especializada no mercado financeiro de economias da América Latina e Caribe, destacou a iniciativa na categoria Loan of The Year, no prêmio 2021 Project & Infrastructure Finance Awards.

A seleção é um processo rigoroso feito pela equipe editorial da Latin Finance, que avalia critérios como representatividade de mercado, impacto social, complexidade da operação e inovação. O diretor-geral da ANEEL, André Pepitone, falou sobre a importância da iniciativa. “O setor elétrico brasileiro foi o único que teve operação de apoio no pior momento dos efeitos da pandemia. E sem um centavo de dinheiro do Tesouro, uma legítima operação de mercado desenhada pela ANEEL, pelo Ministério de Minas e Energia e pela CCEE”, disse.

Para a diretora Elisa Bastos, relatora da regulamentação da operação, “a Conta-Covid foi fruto do trabalho incessante e incansável dos servidores da ANEEL. Esse prêmio é um reconhecimento do trabalho deles”.

A Conta COVID foi um empréstimo conjunto obtido junto a 16 instituições financeiras públicas e privadas, coordenadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES). Ao todo, foram repassados R$ 14,8 bilhões às distribuidoras.

No começo de 2021, a operação também foi reconhecida pela Latin Finance na categoria Financiamento Estruturado do Ano, no prêmio Deals of the Year.

 

 

Link curto para esta página: bit.ly/3pb7YK5