TARIFAS

COVID 19: Aplicação de reajustes tarifários na BA, RN e CE são suspensos

Autor: AID

Publicação: 14/04/2020 | 11:26

Última modificação: 20/04/2020 | 17:25



Em meio à pandemia causada pelo novo Coronavírus, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) suspendeu a aplicação de mais três reajustes tarifários aprovados nesta  terça-feira (14/4) na Reunião Pública de Diretoria. Os reajustes suspensos entrariam em vigor no dia 22/4.

Os reajustes aprovados hoje, mas com aplicação postergada são os das distribuidoras Coelba (BA), Enel Ceará (antiga Coelce) e Cosern (RN). Na semana passada outros três reajustes também tiveram a aplicação adiada. Veja aqui.

O diferimento foi solicitado pelas próprias concessionárias. As empresas continuarão cobrando as atuais tarifas até 30 de junho de 2020.

A diferença nas receitas serão ajustadas e consideradas nos próximos processos tarifários das distribuidoras. As contribuições das empresas à CDE, nesse mesmo período, foram reduzidas do valor diferido, devendo ser repostas à conta no segundo semestre deste ano.

Confira nos quadros a seguir os índices de reajuste aprovados, mas que serão aplicados às tarifas somente em 1º de julho deste ano:

 

Empresa

Consumidores residenciais - B1

Coelba (BA)

4,32%

 

 

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão em média

Alta tensão em média (indústrias)

Efeito Médio para o consumidor

Coelba (BA)

4,85%

5,38%

5%

 

 

Empresa

Consumidores residenciais - B1

Enel Ceará

3,06%

 

 

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão em média

Alta tensão em média (indústrias)

Efeito Médio para o consumidor

Enel Ceará

4%

3,78%

3,94%

 

 

Empresa

Consumidores residenciais - B1

Cosern (RN)

2,38%

 

 

Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão em média

Alta tensão em média (indústrias)

Efeito Médio para o consumidor

Cosern (RN)

2,92%

4,72%

3,4%


 

A Coelba atende 6,1 milhões de unidades consumidoras no Estado da Bahia. A Enel Ceará distribui energia para 3,7 milhões de unidades consumidoras cearenses. Já a Cosern possui 1,5 milhão de unidades consumidoras atendidas no Estado do Rio Grande do Norte.

 

Link curto para esta página: https://bit.ly/2VtVjkU