GERAÇÃO

Procedimento Competitivo Simplificado contrata 775,8 MW médios em energia de reserva

Autor: AID

Publicação: 25/10/2021 | 16:41

Última modificação: 25/10/2021 | 16:49

 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) realizaram na manhã desta segunda-feira (25/10) o 1º Procedimento Competitivo Simplificado (PCS) para contratação de energia de reserva a partir de usinas novas. Ao todo, foram contratados 775,8 megawatts (MW) médios para ampliar a segurança do abastecimento no Sistema Interligado Nacional (SIN), com empreendimento que sejam conectados aos submercados Sudeste/Centro-Oeste e Sul, historicamente aqueles que mais utilizam energia.

O modelo, com regras e procedimentos simplificados e redução de prazos, foi determinado recentemente pela Câmara de Regras Excepcionais para Gestão Hidroenergética (Creg) com o intuito de otimizar recursos para o enfrentamento do cenário hidrológico atual, o pior dos últimos 91 anos. As usinas vencedoras do processo demandarão investimentos da ordem de R$ 5,2 bilhões para incrementar em cerca de 1,2 gigawatt (GW) a potência instalada do país. Os contratos garantirão suprimento entre 01/05/2022 e 31/12/2025.

“A demanda fixada pelo Planejamento Setorial foi totalmente atendida”, afirmou André Patrus, gerente executivo da Secretaria Especial de Leilões da ANEEL. “As usinas receberão autorização da ANEEL para operação por um longo período, de até 30 anos, porém deixarão de ter garantia física depois de 2025. Se quiserem permanecer em operação, deverão solicitar ao Ministério de Minas e Energia um novo cálculo da garantia física para poderem negociar no mercado regulado ou no livre”, explicou.

Na modalidade Quantidade, três empreendimentos negociaram sua energia, sendo duas usinas solares em Rondônia e uma termelétrica a biomassa no Mato Grosso, que utiliza cavaco de madeira como matéria-prima. O preço médio praticado foi de R$ 343,22 por megawatt-hora (MWh), com deságio de 1,09%.

Na categoria Disponibilidade, 14 empreendimentos saíram vencedores, todos eles térmicas a gás natural, localizadas no Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. A energia foi contratada a um preço médio de R$ 1.599,47 por megawatt-hora (R$/MWh), com deságio médio de 1,2%.

A transação foi realizada de forma 100% virtual e seguiu normas estabelecidas pela Portaria MME nº 24 de 2021 e pelo edital do Procedimento Competitivo Simplificado (PCS) nº 1/2021-ANEEL. O resultado completo pode ser conferido no site da CCEE: www.ccee.org.br.

Resumo do Resultado

Categoria

UF

Combustível

Potência (MW)

Lotes Contratados (MW med)

Quantidade

MT e RO

Cavaco de madeira e solar fotovoltaica

43,000

22,2

Disponibilidade

ES, MS, PR, RJ, SC e SP

Gás Natural (GN)

1.177,793

753,6

Total

***

***

1.220,793

775,8

 
 
 

Link curto para esta página: bit.ly/3BiDfgd