REGULAÇÃO

Prorrogada a vigência do Programa Piloto de Resposta da Demanda

Autor: AID

Publicação: 22/06/2021 | 10:54

Última modificação: 22/06/2021 | 12:25

 

A diretoria da ANEEL prorrogou, nesta terça-feira (22/6), o Programa Piloto de Resposta da Demanda por mais 12 meses. A Agência considera que o Programa, regulamentado pela Resolução Normativa nº 792, de 2017, tem potencial para contribuir com a modicidade tarifária, mas ainda não há dados suficientes para se chegar a uma conclusão. Com a prorrogação, espera-se que haja adesão de novos consumidores, o que aumentará a quantidade de dados necessários para a análise dos reais benefícios do projeto.

A Resposta da Demanda é um mecanismo que permite aos consumidores gerenciar o uso da energia em resposta às variações de preço desse recurso e em atendimento aos comandos do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), com compensações financeiras para o consumidor. O despacho referente à Resposta da Demanda é realizado pelo ONS após uma análise comparativa entre os custos do despacho de usinas térmicas fora da ordem de mérito e o custo da redução de sua carga, baseado no preço ofertado pelos consumidores participantes.

Além de mais controle sobre seu consumo, a participação ativa dos consumidores, em termos sistêmicos, traz benefícios como mais flexibilidade e confiabilidade do Sistema Interligado Nacional (SIN), diminuição dos custos de geração, adequação e postergação de prazos para expansão das ofertas de geração e transmissão, entre outros.

 

 

Link curto para esta página: https://bit.ly/2SX3fOj