TARIFAS

Tarifas da Energisa Sul Sudeste são discutidas em consulta pública

Autor: AID

Publicação: 13/04/2021 | 13:8

Última modificação: 14/04/2021 | 15:22

 

A diretoria da ANEEL aprovou, nesta terça-feira (13/4), abertura de consulta pública para discutir com a sociedade o aprimoramento da proposta referente à Revisão Tarifária Periódica da Energisa Sul Sudeste, a vigorar a partir de 12 de julho de 2021. A distribuidora em questão atende aproximadamente 815 mil unidades consumidoras localizadas em 85 municípios dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.

A consulta também trata dos limites dos indicadores de continuidade de Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora – DEC e de Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora – FEC da distribuidora para o período de 2022 a 2026.

Confira os índices propostos:

Empresa

Consumidores residenciais - B1 Convencional

Energisa Sul Sudeste

11,45%

 

 Empresa

Classe de Consumo – Consumidores cativos

Baixa tensão
em média

Alta tensão
em média

Efeito Médio
para o consumidor

Energisa Sul Sudeste

12,13%

4,03%

9,90%


Os índices foram impactados, em especial, pelos custos com encargos setoriais, aquisição e distribuição de energia. Cabe destacar que esses números são preliminares e que os valores definitivos serão aprovados após a análise das contribuições recebidas e entrarão em vigor em 12 de julho de 2021.

A consulta estará disponível para contribuições entre 14 de abril e 29 de maio de 2021, por meio de formulário eletrônico na página da ANEEL na internet (www.aneel.gov.br/consultas-publicas), no espaço da Consulta Pública nº 017/2021.

Será possível discutir a proposta, ainda, por meio da Audiência Pública nº 009/2021, que será realizada em sessão virtual, no dia 6 de maio de 2021.

Mais informações sobre processos tarifários podem ser encontradas no link entendendo a tarifa, e no aplicativo ANEEL Consumidor – disponível para dispositivos móveis Android ou IOS.
 
 
 

Link curto para esta página: bit.ly/3slobu8